CNJ E AS CONSTELAÇÕES FAMILIARES


Questões antigas, novas interpretações ⭐️👨‍👩‍👧‍👦 Endividamento, guarda de filhos, divórcios litigiosos, inventário, adoção e abandono. Essas situações, algumas mais comuns do que desejamos, podem ser resolvidas principalmente com o diálogo. Pensando nisso, 16 estados e o Distrito Federal já contam com a técnica de Constelação Familiar, criada pelo psicoterapeuta alemão Bert Hellinger. Os envolvidos em um conflito, após apresentarem suas versões, são convidados ao exercício, que consiste em atribuir os papéis das partes a outras pessoas. Esses voluntários representam o conflito, dando chance às partes de refletirem sobre a situação, olhando de fora. Como resultado, conflitos que antes podiam gerar mais dor de cabeça são resolvidos de forma profunda, definitiva. Mas, muito além disso, parentes que sequer se falavam voltam a ter contato e conviver em harmonia. ✨ Saiba mais sobre o uso das constelações familiares no Judiciário: http://bit.ly/ConhecaAConstelacaoFamiliar ✨ Veja também a aplicação da constelação familiar entre os presos: http://bit.ly/ConstelacaoNaPrisao Descrição da imagem #PraCegoVer: ilustração de uma casa em que diversos pontos estão interligados, dando a impressão da casa ser uma grande constelação. Texto: o melhor caminho é sempre o diálogo. Constelação familiar: Justiça usa técnica alemã de psicoterapia que auxilia na solução de conflitos de forma pacífica. Após o relato de um caso, as pessoas presentes são convidadas a "encenar" a situação, assumindo os papéis dos envolvidos. CNJ

Fonte: https://www.facebook.com/cnj.oficial/